Os Cágados

Alimentação dos cágados deve ser composta por ração peletizada própria para o animal, pois este alimento é balanceado e proporcionará todos os elementos nutricionais necessários e em quantidade adequada para o crescimento e o desenvolvimento do mesmo. O alimento deve ser colocado na água, pois o cágado tem dificuldade de engolir o alimento seco.

Como trata-se de um animal tanto de vida aquática quanto terrestre, o terrário deve ser dividido em duas partes: uma parte aquática e outra terrestre. A altura da água deve ser o suficiente para cobrir o animal. Este ambiente deve ser conectado ao terrestre através de uma rampa. O ambiente terrestre deve possuir pedras para facilitar o deslocamento do animal.

O ambiente deve possuir iluminação natural e/ou artificial (iluminação com luz UV - encontrada em lojas especializadas). A iluminação deve ficar sobre a parte terrestre do terrário e à uma distância mínima de 30 cm do cágado.

No clima frio, o cágado diminui a sua alimentação; alguns param de comer e dormem por um longo período ("hibernação"). A iluminação artificial deve ficar acesa no mínimo 4 horas e no máximo por 8 horas, pois a iluminação faz com que o animal aumente o seu metabolismo e não pare totalmente de comer.

Quando jovens, os animais tem coloração mais viva, porém a medida que cresce, essa coloração diminui.

O macho tem o plastrão (parte inferior da carapaça) ligeiramente convexa e a fêmea tem o plastrão reto. A maioria dos animais não consegue se reproduzir em cativeiro, a não ser que o ambiente seja semelhante ao da natureza.

Eneida Rosa

Médica Veterinária

Voltar